Programa Geoquímico

Rede de monitorização

A rede permanente de monitorização geoquímica da Ilha de São Miguel, arquipélago dos Açores, é constituída por estações de fluxo de dióxido de carbono (CO2) e de concentração de radão (222Rn). As estações de fluxo de CO2 fazem medições com uma frequência horária, sendo os dados posteriormente transmitidos para o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA)/Instituto de Investigação em Vulcanologia e Avaliação de Riscos (IVAR). A medição da concentração de radão é efetuada em intervalos integrados de uma hora, sendo os dados descarregados in loco. Estas estações estão instaladas em dois dos vulcões centrais da ilha, o Vulcão do Fogo e o Vulcão das Furnas, que têm associada uma importante e conhecida emissão de gases através dos seus campos fumarólicos. Esta rede de monitorização permanente tem como principal objetivo monitorizar a emissão de gases destes dois sistemas vulcânicos, de modo a caraterizar as variações associadas a essa emissão, permitindo assim reconhecer anomalias que possam estar associadas a uma futura reativação destes sistemas vulcânicos.